21 de abr de 2012

Frase para o final de semana + 4º capítulo da web série

Oi meus lindos!
Como vocês sabem e eu já disse aqui eu adoro as frases que encontro no facebook, e o que tenho a dizer é que essa frase não é só linda, mas faz você perceber do que a vida é realmente feita, confiram:

#Reflita

Clique em Mais informações para ver o 4º capítulo da web série "Na casa ao lado" 




Narrado pelo Ricky

No dia seguinte não queria sair da cama parecia que o mundo tinha desabado só que aí o Erick ligou pra mim e perguntou se eu podia passar na casa dele porque ele tinha algo pra me contar. Então resolvi ir até lá não custava nada, assim que cheguei lá Eduardo também estava lá nem olhei pra cara dele só falei um “oi” de longe quando o Erick finalmente apareceu começou a falar:
-Sei que vocês estão de mau um com o outro, e eu quero acabar com esse clima péssimo. –Falou.
-Eu paro se o Eduardo deixar ela em paz.  
-Ela? Quem?
- Finge que você não sabe a...
Nessa hora ouvimos um grito que nos assustou:
- Socorro! Alguém me ajuda!
Descobri na hora que aquela voz era da Julia então saímos os três pra ver o que realmente estava acontecendo. Ao sairmos na calçada vimos um garoto que nunca tinha visto agarrando a Julia a força, ela estava chorando desesperada tentando se livrar mais ele estava segurando seus braços com força e ela não conseguia, não podia ficar ali só olhando aí gritei:
-Erick, Eduardo segurem a Julia eu puxo o cara!
Corremos até lá consegui puxar o cara e os meninos socorreram a Julia. Mas quando pensei que havia acabado ele me deu um soco no rosto então revidei dando um soco nele também, então começamos a brigar, mais não durou muito logo o Erick e o Eduardo seguraram o cara. Aí a Julia veio me socorrer eu estava sangrando no braço e em dois cantos do rosto. Ela falou:
- Eduardo vai levar ele em casa, Erick me ajuda a levar o Ricky em casa.
- Tá certo Juhh. –Respondeu o Erick.
Ao chegarmos à minha casa minha avó veio logo desesperada:
- Ricky o que aconteceu? Você caiu? –Perguntou.
- Não vó foi uma briga, mas já está tudo bem.
Mas a Julia fez questão de explicar tudo o que aconteceu. Depois que ela terminou, falei:
 - Vó não quero que a senhora faça os curativos não.
Pois é minha vó tem a mão muito pesada, ia acabar me machucando mais que o cara. Aí ela falou:
- Então o Erick faz.
- Eu? Eu não.
Nessa hora a Julia me surpreendeu falando:
- Deixe que eu faço.
Minha avó também me surpreendeu:
- Ótimo! Assim o Erick pode descer de moto comigo lá embaixo pra comprar mais curativos.
- É claro isso eu posso fazer. –Respondeu o Erick rindo.
- Então Julia aqui está à caixa de primeiros socorros, você passa primeiro esse remédio e espera eu chegar com o Erick e os curativos. –Minha avó deu a recomendações.
- Certo, podem ir. –Respondeu a Julia com um sorriso no rosto.
Assim que eles saíram, sentei no sofá e ela puxou uma cadeira e ficou a minha frente. Ela tem as mãos muito leves quase não senti a passando o remédio só que aí quis quebrar o silêncio e também estava curioso pra saber:
- Julia quem era aquele cara? –Perguntei.
- É o Mateus ele é lá da minha escola ele dá encima de mim desde o começo do ano, mas acho que agora virou obsessão. –Explicou.
-Que mal. -Falei.  
- Mas Ricky porque enquanto vocês estavam brigando você ficava falando “Deixe ela em paz, ela é minha”? Não entendi.  –Perguntou.
Nesse momento engoli a seco eu acabei falando demais, mas mantive a calma e falei:
- Não posso falar agora mais um dia você vai saber.
- Está certo, vou esperar. –Disse.
Nesse momento minha avó chegou e a Julia colocou os curativos, depois ela e despediu, tinha que se arrumar para a festa. Estava sentindo dor mais não era dos machucados e sim do que estava sentindo dentro de mim tinha certeza que ele iria ficar com o Eduardo naquela noite. No dia seguinte prometi pra mim mesmo que não ligaria nem falaria com a Julia, mas não adiantou nada a tarde acabei ligando pra ela:
- Alô, Ricky.
- E aí Juhh. Tudo bom?
- Mais ou menos.
A Julia estava diferente dava pra ver que a voz dela estava fraca e chorosa dava pra perceber que ela tinha chorado, mais preferi não perguntar o motivo:
- Julia minha prima alugou aquele filme que você está querendo ver A Última Música, você não quer vir aqui em casa pra assistir comigo?
- Não sei Ricky. Não estou muito bem.
- Mas um motivo pra você vir em casa você só vai acumular tristeza!
- Está bem eu vou, daqui a pouco estou chegando aí.
- Tá certo. Tchau!
-Tchau!
Então fui arrumar as coisas estava um caos porque eu estava sozinho, mas consegui arrumar tudo. Bateram na porta sabia que era ela e quando abri vi que estava certo a Juhh estava com uma cara de choro de dar dó, mesmo tentando esconder com maquiagem ela não conseguiu disfarçar muita coisa a convidei para entrar e nos sentamos no sofá foi aí que perguntei:
- Juhh, o que aconteceu porque essa cara de choro?
- Foi o Eduardo ele me magoou muito! –Respondeu.
- O que foi que ele fez?
- Foi assim quando cheguei à festa eu a Patty e ele percebi que a Patty não estava tão alegre aí fui perguntar o que estava acontecendo ela me falou que terminou o namoro dela com o Jorge por isso estava daquele jeito, só que enquanto eu me virei o Eduardo sumiu aí eu e a Patty saímos para procurá-lo quando o encontramos ele estava beijando uma garota que nunca tinha visto então fiquei  abalada com isso, mas o pior foi um tempo depois eu o vi beijando outra garota diferente da última. Aí fiquei com muita raiva dele além de me magoar ainda magoou outra garota, ele é um idiota!!!
Pela primeira vez vi a Julia falando uma verdade o Eduardo é realmente um idiota!!! Neste momento a Juhh caiu num pranto, eu odiava ver ela daquele jeito, ela encostou a cabeça no meu ombro e eu passei o braço pelos ombros dela depois de mais ou menos uns 7 minutos ela se acalmou, e falou:
- Desculpa ter desabado na sua frente é porque eu não aguento as injustiças do mundo.
- Que nada, eu sei como é isso, tem horas que também quero sumir. –Disse.
- Então vamos assistir ao filme? –Perguntou ela.
- Claro!! Vou colocá-lo.
O enredo do filme era triste mais com as minhas brincadeiras bestas consegui fazê-la rir em alguns momentos. Assim que o filme terminou a Juhh já parecia bem mais corada e com aquele sorriso lindo de sempre aí ela se levantou do sofá e eu também e ela foi se despedir de mim:
- Ricky já vou indo.
- Certo. –Falei.
Nesse exato momento ela me deu um abraço e falou:
- Obrigado por ser tão compreensivo comigo, obrigado por ser meu amigo.
Assim que ela levantou o rosto e eu vi aqueles olhos lindos negros me olhando não sei o que deu em mim nem nela, nossos rostos foram ficando cada vez mais perto e nossos lábios se entrelaçaram num beijo que nunca esqueci. Após o beijo ela deu um “Tchau” bem baixinho saiu pela porta, assim que ela saiu senti uma mistura de sentimentos que nunca senti antes era alegria, amor, realização ela realmente mexe muito comigo não posso negar.  

Continua...

Beijinhos!
Laís 

   

4 comentários:

  1. ahhh,ameii
    vlw pelas dicas
    e a web série esta bem interressante!!
    BJOOOS
    do-ladodeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei a web série, por incrivel que pareça conseguiu que uma pessoa que odeia ler lesse as três partes inteiras hj 'o'
    Só acho que está grande essas repartições xD

    http://www.embalaco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Linda a foto.
    beijos
    http://neversaynever-believe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Que frase linda, eu tava precisando lembrar um pouco disso :)
    bom início de semana viu

    www.modasdacarol.com

    ResponderExcluir

Irei amar o seu comentário mais antes sigam as regras:

- Não chingue, nem desrespeite ninguém;
- Faça críticas construtivas
- Deixe o Url do seu blog para que eu possa visita-lo

Beijinhos & Voltem sempre...